Habilitação de Educador Musical
ORDEM DOS MÚSICOS DO BRASIL
CONSELHO REGIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ nº 43.450.832/0001-12
PORTARIA N° 002/2013
 
ROBERTO BUENO, Presidente da Ordem dos Músicos do Brasil – Conselho Regional do Estado de São Paulo,
no uso de suas atribuições legais previstas na Lei N° 3.857/60 e, de conformidade com a Portaria n° 1
de 05 de janeiro de 2012 do Conselho Federal da Ordem dos Músicos do Brasil e, atendendo ao disposto no
EDITAL EDUMUSICAL N°001/2012 no concernente à presente Portaria que disciplina as normas e condições para
a habilitação de educadores musicais para fins de inscrição profissional na ORDEM DOS MÚSICOS DO BRASIL, e
 
CONSIDERANDO
 
O PERFIL DO EDUCADOR MUSICAL PARA ESCOLAS
Planejar atividades musicais dentro das salas de aula, de acordo com as faixas etárias disponíveis;
Trabalhar com as crianças e jovens estimulando o desenvolvimento musical, descobrindo a potencialidade
do grupo, valorizando a participação com novos conhecimentos de repertórios compatíveis com a cultura
local; O educador musical deverá possuir os conhecimentos específicos de repertório, regência de coro ou
de pequenos grupos instrumentais, como flauta doce, percussão e outros; Conhecer e valorizar a história da
música brasileira, o patrimônio material e imaterial, a cultura tradicional, buscando no repertório conteúdos
que valorizem a cidadania, a preservação do meio ambiente, o conhecimento dos símbolos pátrios (bandeiras e hinos)
e a qualidade de vida do educando;
A música na escola não tem como objetivo principal formar o músico ou o instrumentista mas sim desenvolver a
sociabilidade, o trabalho em grupo, o respeito à comunidade participando ativamente de grupos corais e/ou
instrumentais, representando a sua escola, sua comunidade ou seu município em festivais, encontros, seminários,
congressos e eventos culturais e apreender a ser um bom ouvinte, estando implícito também a qualidade de vida do indivíduo.
Autoestima e auto-valorização como objetivos.
 
E CONSIDERANDO
 
OS CONHECIMENTOS MUSICAIS MÍNIMOS DO EDUCADOR MUSICAL
Símbolos musicais; notação, claves, pausas, compassos, fórmulas de compassos, ligaduras, ponto de aumento,
escalas, tonalidades, elementos de dinâmica e interpretação; Timbre, ritmo, melodia, harmonia (elementar),
leitura e análise de partitura, música brasileira, músicas folclóricas,
brinquedos cantados e jogos musicais, prática de solfejo;
História da música brasileira, principais compositores, a ópera brasileira, a música sacra dos períodos colonial e imperial,
a música dos grupos rituais, a MPB e a música marginal.
Métodos de educação musical: Orff, Kodaly, Dalcroze, Liddy Chiafarelli, Villa-Lobos, Willems e outros.
Aproveitamento de instrumentos e praticantes disponíveis e uso de instrumentos improvisados e/ou feitos com sucata.
O coral em uníssono, a duas vozes, vozes iguais a capella ou com acompanhamento instrumental.
 
RESOLVE
 
Determinar os parâmetros para a realização da prova de habilitação de educador musical, na forma:
 
DOS CANDIDATOS
1. Os candidatos deverão preencher a ficha de inscrição.
2. O candidato receberá via e-mail o boleto bancário para o pagamento da taxa de inscrição no valor de R$90,oo (noventa reais).
3. O prazo de inscrição e pagamento da taxa se encerra às 24hs do dia 1 de março de 2013.
4. O candidato deverá providenciar fotocópias autenticadas dos documentos pessoais e títulos
relacionados na ficha de inscrição para entrega no dia da prova.
 
DA PROVA DE HABILITAÇÃO
1. A prova de habilitação de educador musical será realizada:
1.1 Na Escola Estadual João Ernesto Figueiredo, situada na Avenida Waldomiro Villaça nº 126 Centro - Joanópolis , SP
1.2 A prova será realizada na data de 09 de MARÇO de 2013, sendo:
a) Das 10 horas às 12 horas - recepção e cadastramento;
b) Das 14,30 horas às 18 horas - realização da prova.
1.3 - No local da prova estarão proibidos celulares e demais objetos pessoais.
 
DA AVALIAÇÃO
A pontuação das questões obedecerá aos seguintes critérios:
1.- As questões de múltipla escolha das Partes 1, 2 e 4 terão os valores de:
1 ponto = certo e 0 pontos = errado;
1.1 A mesma pontuação para a Partitura – Questão 11
2.- As questões dissertativas das Partes 3 e 5 terão os valores de:
3 pontos = bom
2 pontos = regular
1 ponto = ruim
0 pontos = não respondido
3.- Bonus = 1 atribuído à boa apresentação da prova e questões.
4.- TOTAL DE PONTOS = 50 para o acerto de todas as questões
5.- MÍNIMO a SER CONSIDERADO = 38 PONTOS (75%)
 
DA BANCA EXAMINADORA
1.- A banca examinadora será constituída de tres mestres em educação musical, especialmente designados:
1.1 - Profa. MARIA ZEI BIAGIONI, RG : 2.922.000, mestre licenciada em Educação Musical, autora de inúmeros livros nesta área.
1.2 - Profa. GENNY CHAVES, RG: 15.878.283, mestre licenciada em Arte Educação (habilitação musica), Psicopedagoga.
1.3 - Maestro RICARDO ROSSETTO MIELLI, RG 21.949.716-3,Professor de Teoria e Análise Musical
por muitos anos da Faculdade de Música do Conservatório Dramático e Musical de São Paulo, Regente
titular da Orquestra Sinfônica Carlos Gomes e Conselheiro da Ordem dos Músicos do Brasil – CRESP.
 
DA COORDENAÇÃO
1. A Coordenação desta prova de habilitação será exercida por:
Coordenador: Prof. Ary de Jácomo Bisaglia, RG: 2.756.232 SSP/SP e CPF: 674.869.408-68.
Registro de Professor de Educação Musical n° 6.966 no Departamento Nacional de Educação do Ministério de Educação.
Secretaria: Regina Marta Tereza Cordeiro Lima, RG: 37.726.099-X SSP/SP e CPF: 190.293.168.88.
Bel. em Administração; Esp. em Marketing.


Ficha de Inscrição para Prova de Habilitação de Educador Musical



CPF    (só números)
Nome Completo
RG
RG Órgão
Email
Fone (ddd + nº)
Celular (ddd + nº)
Endereço
Complemento
Bairro
Cidade
Estado
Cep
Necessita condições especiais para realizar a prova? Sim    Não
Qual
Escolaridade - Tipo
Instituição
Concluido? Sim    Não
Ano
Cursos de Aperfeiçoamento - Toca instrumento? Sim    Não
qual
Canta? Sim    Não
Instituição
Carga horária
Ano
Concluído? Sim    Não
Instituição
Carga horária
Ano
Concluído? Sim    Não
Instituição
Carga horária
Ano
Concluído? Sim    Não
Experiência Didática  
Instituição
Cargo
Período Data de Início
à
Atividades Desenvolvidas
Instituição
Cargo
Período Data de Início
à
Atividades Desenvolvidas
Instituição
Cargo
Período Data de Início
à
Atividades Desenvolvidas